(Lançamento) Novo Mercedes CLA Coupé vira eletrificado e estreia em duas versões

Logo depois de mexer na linha A, com a Nova Classe A200, a Mercedes-Benz traz ao Brasil o sedan CLA também com mudanças. Feito também sobre a base modular MFA2, o CLA é mais ou menos como um “irmão caçula” do CLS, com três volumes e quatro portas, mas apostando numa carroceria de linhas esportivas e queda acentuada do teto, como num coupé. Essa é a sua segunda geração, e, segundo a marca, o modelo é “pioneiro no segmento dos modelos compactos de luxo”.

Foto: Mercedes-Benz/divulgação

Nessa nova linha 2024, o CLA chega em duas versões: AMG Line, de salgados R$347 mil, e AMG 35 4Matic, de R$497 mil. A primeira configuração é urbana, com foco no luxo e conforto, e, por mais estranho que possa parecer, é R$17 mil mais cara que um Classe C, sedan de categoria superior. Já a segunda é esportiva de sangue, com direito a tração integral. Em comum, as duas trazem um sistema híbrido-leve de 48 Volts, além de novos parachoques, grade dianteira, difusor traseiro, rodas, e, como sempre, conjunto óptico retocado. Ambos modelos ganham ainda reforços importantes nos itens de série.

O CLA AMG Line é movido pelo pequeno 1.3 turbo de quatro cilindros em linha e injeção direta, desenvolvido em parceria com a Renault (mesmo que move os nossos Duster, Oroch e Captur). Nos Mercedes ele bebe só gasolina, e entrega 163 cv de potência com cerca de 27,5 mkgf de torque. Sua transmissão é a DCT-7, de dupla embreagem com sete velocidades, enquanto o conjunto híbrido-leve, formado pela união do motor de arranque com alternador, promete render até 14 cv extras nas melhores situações, garantindo também bastante economia de combustível.

Foto: Mercedes-Benz/divulgação

O esportivo AMG 35 tem outro powertrain: ele é movido pelo 2.0 turbo a gasolina, também de quatro cilindros e com injeção direta, e conta com o mesmo auxílio elétrico de 48V do 1.3 turbo. Nesse caso, falamos de um carro com 306 cv de potência e mais de 40 mkgf de torque, administrados por uma transmissão especial de dupla embreagem com oito velocidades. Preparado para o desempenho, esse AMG pode acelerar de 0 a 100 km/h em menos de 5 segundos, alcançando os 250 km/h de velocidade máxima.

Foto: Mercedes-Benz/divulgação

Além do peso (maior no AMG), os dois tipos de CLA tem outras diferenças pontuais: os pneus do esportivo são mais largos e baixos (245/35R19, ante 225/45R18 da versão “civil”), a carroceria do AMG é cerca de 2 cm mais baixa (1,40 m, ante 1,42 m do 1.3 turbo), e, curiosamente, o esportivo ganha nas capacidades do porta-malas (460 litros, contra 440 da AMG Line), e tanque de combustível (são 51 litros, versus 43 da versão 1.3 turbo).

A versão AMG Line, de motor 1.3 turbo, passa a trazer de série um pacote de adereços esportivos pela carroceria, rodas de desenho esportivo com aro 18, adições no pacote de assistentes de condução e sistema de chave presencial aperfeiçoado. A esportiva AMG 35 estreia um novo volante, e um sistema de som assinado com função tridimensional.

Foto: Mercedes-Benz/divulgação

Está incluso também no pacote das duas versões o par de telas de 10,2” (painel de instrumentos e multimídia unificados), conexões sem fio com smartphone, comandos de voz via MBUX (“Olá, Mercedes”), bancos e volante em couro, bancos dianteiros com ajustes elétricos e memória de posição, interior com iluminação ambiente, carregador de celular por indução, teto-solar panorâmico, conjunto óptico full LED, ar-condicionado automático digital, diversos assistentes de condução e mais.

Foto: Mercedes-Benz/divulgação

Como diferenciais, a versão esportiva AMG oferece bancos esportivos, duas zonas de temperatura no ar-condicionado digital, sistema de som assinado pela Burmester (710 Watts), cintos de segurança na cor vermelha, rodas 19” pintadas de preto fosco, fora as suspensões e freios especiais AMG. A dupla, CLA AMG Line e AMG 35, já está disponível para encomenda em toda a rede de concessionárias da MB.

Compartilhar:
Com 21 anos, está envolvido com o meio automotivo desde que se conhece por gente através do pai, Douglas Mendonça. Trabalha oficialmente com carros desde os 17 anos, tendo começado em 2019, mas bem antes disso já ajudava o pai com matérias e outros trabalhos envolvendo carros, veículos, motores, mecânica e por aí vai. No Carros&Garagem produz as avaliações, notícias, coberturas de lançamentos, novidades, segredos e outros, além de produzir fotos, manter a estética, cuidar da diagramação e ilustração de todo o conteúdo do site.