Dodge Dart 1969: Comercial de lançamento (vídeo)

Há 50 anos, em outubro de 1969, era apresentado o Dart, sedan grande de luxo que vinha para concorrer com Ford Galaxie 500 e se destacava por ser o primeiro automóvel Dodge feito no Brasil. Inicialmente, ele era só disponível com carroceria 4 portas e equipado com um motor V8 de 5.2 litros batizado de Magnum, que desenvolvia 198 cv e 41,5 mkgf de torque (números brutos), sempre acoplado a um câmbio manual de 3 marchas.

Seguindo na linha do tempo, pouco menos de dois anos depois chegava a carroceria cupé de 2 portas (foto de capa) e, logo em seguida, a famosa versão esportiva chamada de Charger R/T, com 215 cv de potência alcançados no mesmo propulsor V8 Magnun. Na mesma época, as versões comuns também ganhavam a transmissão automática de 3 marchas Torqueflite, além de itens como direção hidráulica e ar-condicionado, tudo como opcional.

No fim de 1978 chegavam as primeiras (e únicas) mudanças para toda a linha: enquanto o Dart recebia o visual do modelo Norte-Americano, o restante (Magnun 2 portas, LeBaron 4 portas e Charger R/T) ganhavam modificações de design exclusivas para o mercado brasileiro.

O modelo teve sua produção encerrada definitivamente em 1981, quando a Volkswagen comprou boa parte da Chrysler nacional e iniciou a produção de caminhões na fábrica de São Bernardo do Campo (ABC Paulista), de onde o Dart e todos os seus derivados saíam.
Compartilhar:
Tem 20 anos, atualmente cursa Publicidade e Propaganda na Universidade Paulista, é filho do jornalista Douglas Mendonça, e desde que se conhece por gente, convive com carros e está envolvido no mundo automobilístico. Aprendeu a ler nas revistas automotivas, cresceu frequentando oficinas, corridas, encontros e eventos com o pai, e daí veio sua maior paixão: os carros. Um gearhead legítimo, Lucca se tornou o braço direito do pai após sua perda de visão em 2012, ajudando na produção de matérias, reportagens, avaliações e textos sobre carros. No Carros & Garagem, é responsável pela cobertura de eventos de lançamento de novos veículos, e produz avaliações, fotos e comparativos de modelos. Os carros estão até nos seus hobbies: Possui um acervo com mais de 300 manuais do proprietário de veículos diversos, incluindo antigos e modernos, além de colecionar revistas, folders, catálogos, e vários outros materiais automotivos.