Chevette S/R: Comercial de lançamento (vídeo)

Com bom acerto dinâmico, o Chevette nunca tinha tido uma versão esportiva: a GP foi a que chegou mais perto disso, mas seu motor 1.4 ganhava apenas 3 cv em relação as configurações normais (72 cv da GP contra 69 cv do restante da linha), o que acabou desapontando o público geral. Mas, no Salão do Automóvel de 1978, a Chevrolet colocou em seu estande um conceito de uma versão esportiva do Chevette chamada S/R (Sport/Racing), que tinha grandes chances de ir para as linhas de produção.

Oficialmente, o Chevette S/R só foi lançado dois anos depois, em 1980 já como linha 1981: ele vinha com pintura em dois tons, faróis de neblina, aerofólio e faixas decorativas para mostrar seu lado esportivo, mas, principalmente, trazia também o novo motor 1.6 do carro-conceito de 1978, que desenvolvia 80 cv, fazendo o pequeno de 898 kg chegar a cerca de 148 km/h de velocidade máxima (10 km/h a mais que as versões comuns), e fazer 0 a 100 km/h em aproximadamente 16 segundos (cerca de 3 segundos a menos que o restante da linha).

Apesar de tudo, essa versão esportiva teve vida curta: lançada no final de 1980, ela durou menos de três anos, saindo de linha em 1983 com a chegada do Monza (que depois também teve sua própria versão S/R).

Compartilhar:
Ainda não há comentários! Seja o primeiro a comentar.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *