Novo Peugeot 208 parte de R$75 mil, traz tecnologia de sobra, mas continua sem motor turbo

A segunda geração do Peugeot 208 finalmente foi lançada no Brasil. Aguardado por aqui desde sua apresentação na Europa, ocorrida em março de 2019, o hatch francês prometia o moderníssimo motor 1.2 PureTech de até 130 cv, além de bastante tecnologia embarcada, mas parte dessas promessas não foi cumprida…

A primeira geração do compacto francês estreou por aqui em março de 2013 com vários atributos, como visual bem resolvido e excelente dirigibilidade. A primeira e única reestilização dessa primeira geração chegou no início de 2016, e desde então o 208 se manteve inalterado. O Novo 208 vem totalmente inédito, agora fabricado na Argentina, oferecido somente com câmbio automático e trazendo a nova plataforma modular CMP (Common Modular Platform, ou Plataforma Modular Comum no bom português), além de ser o responsável por inaugurar a nova identidade visual da marca aqui no Brasil.

Dimensionalmente maior e mais baixo, ele tem 4,05 m de comprimento, 1,73 m de largura e 1,45 m de altura (ante 3,97 m, 1,70 m e 1,47 m da geração anterior, respectivamente). Entre-eixos permanece praticamente igual, com 2,53 m na nova geração contra 2,54 m da anterior, e o porta-malas perdeu importantes 20 litros, baixando de 285 para 265 l, culpa do estepe que anteriormente era temporário e agora tem as mesmas dimensões dos pneus de rodagem.

Por enquanto são quatro versões (Active, Active Plus, Allure e Griffe), mas uma esportiva e totalmente elétrica, chamada de e-GT, também foi anunciada, ainda sem preço definido (provavelmente deverá ser algo em torno dos R$190 mil), e vai desembarcar por aqui em meados de 2021. Lembram das tais promessas nem sempre cumpridas? Parte delas, que falavam em um Novo 208 bastante tecnológico, se concretizaram, e o modelo traz itens como alerta de colisão, sistema de frenagem autônoma, alerta de saída de faixa (com autocorreção de trajetória), detector de fadiga, leitor de placas de sinalização, farol alto automático, painel de instrumentos digital 3D, carregador de celular por indução, e muito mais. Mas não podemos dizer o mesmo sobre a tão esperada motorização turbo 1.2 PureTech, que há cerca de 1 mês foi oficialmente descartada para o Brasil, pelo menos por enquanto, sob alegação do Dólar caro e dos altos custos de produção e importação (os propulsores da família PureTech são feitos na Europa e trazidos de lá).

A versão e-GT, totalmente elétrica

O resultado disso é o uso do bom e velho 1.6 16V da família EC5 em todas as versões, conhecido por equipar vários modelos do grupo PSA (incluindo o 208 de primeira geração), que nesse hatch inédito rende agradáveis 118 cv e 15,5 mkgf de torque com etanol (ou 115 cv e 15,4 mkgf rodando na gasolina), trabalhando sempre em conjunto com a tradicional transmissão automática Aisin AT6 de 6 velocidades, que equipa vários modelos da linha FCA Fiat-Chrysler, Volkswagen, Hyundai, Chevrolet, entre outros. Com essa mecânica, o novo Peugeot alcança os 190 km/h de velocidade máxima e vai de 0 a 100 km/h em 12 segundos (etanol), segundo a fabricante.

Mesmo muito bem equipada e tecnológica, a nova geração do Peugeot 208 chegou um tanto salgada no quesito preço, partindo de R$75 mil e chegando aos R$95 mil na versão topo de linha Griffe, faltando pouco para bater a casa dos três dígitos. Por esses valores, algumas coisas deixaram a desejar: os freios traseiros são a tambor até mesmo na versão mais cara, contrariando a concorrência, e o tanque de combustível tem apenas 47 litros, limitando bastante a autonomia.

Disponível para venda a partir de hoje, dia 08 (com exceção do elétrico e-GT, que por enquanto só pode ser reservado), ele pode ser pintado em cinco tonalidades: Azul Quasar, Branco Banquise, Cinza Aluminium, Preto Perla Negra e Branco Nacré (a e-GT virá somente na cor amarela). Confira os preços e equipamentos de cada versão:

Active – R$74.990

Ar-condicionado, direção elétrica, conjunto elétrico (travas, vidros e retrovisores), luzes diurnas de LED (DRL), volante com ajuste de altura e profundidade, multimídia de 7” com conexões Android Auto/Apple CarPlay, computador de bordo, 4 airbags, controles eletrônicos de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, rodas de liga-leve aro 16, entre outros.

Active Plus – R$82.490

Itens da Active + ar-condicionado automático digital, teto panorâmico e câmera de ré.

Allure – R$89.490

Itens da Active Plus + chave presencial (para destravamento das portas e partida do motor), painel de instrumentos digital 3D, bancos em Alcantara, carregador de celular por indução, 6 airbags, rodas aro 16 com acabamento diamantado

Griffe – R$94.990

Itens da Allure + faróis em LED, sensores de chuva e crepuscular, sensor de estacionamento traseiro, câmera 360º e o pacote de assistência na condução (frenagem autônoma, alerta de colisão e mudança de faixa, além do farol alto automático).

e-GT – Ainda sem preço definido

Itens da Griffe + freios traseiros a disco, multimídia de 10”, freio de estacionamento elétrico, sensores de estacionamento dianteiros e rodas aro 17.

Compartilhar:
Ainda não há comentários! Seja o primeiro a comentar.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *