(Lançamento) Seres 3 é o mais novo SUV elétrico vendido no Brasil, e tem até versão blindada

Seres Motors parece um nome bem incomum para a maioria dos brasileiros, mas calma lá: essa é uma marca nova por aqui, estreada em dezembro de 2022, então não estranhe se você a desconhece. Na realidade, importadora: a Seres tem origem nos EUA, hoje é controlada pelo grupo chinês DFSK, e, no mercado nacional, chega por meio de um grupo de empresários brasileiros como Seres Brasil LTDA. A empresa trabalha não só com carros de passeio, esses de diferentes fabricantes, mas também vende utilitários para trabalho usando a marca DFSK. Todos tem uma coisa em comum: são 100% elétricos ou bastante eletrificados.

Seu primeiro produto lançado em terras tupiniquins é um SUV compacto elétrico que simplesmente se chama “3”. Também existe o “5” e o “7”, mas esses virão depois. O Seres 3 tem porte de um Renault Duster e atende por outro nome, Fengon E3 EV, como é chamado em seu país de origem. Por enquanto ele é oferecido em versão única, sem opcionais, por R$220 mil promocionais (o preço comum é de R$240 mil). Como alternativa mais segura, há o Seres 3 Super Shield, blindado de fábrica, com proteção feita pela Armor, por R$270 mil (preço normal de R$320 mil).

Foto: Seres/divulgação

O design geral do Seres 3, por dentro e por fora, não é dos mais autênticos. E muito menos arrojado. Em contrapartida, o SUV compacto conta com outras virtudes, como o os freios a disco nas quatro rodas, boa medida de entre-eixos (2,65 m), isso sem contar no enorme porta-malas de declarados 526 litros. Para seu porte, é disparado o maior compartimento da categoria, digno dos maiores SUVs médios.

Seu motor é dianteiro, assim como a tração: é um propulsor síncrono, com 163 cv de potência e 30,6 mkgf de torque imediato, acompanhado de redutor. Com peso de aproximadamente 1.750 kg, o Seres leva cerca de 9 segundos na prova de 0 a 100 km/h e corre até os 160 km/h. A máxima, como geralmente é padrão nos carros elétricos, é limitada eletronicamente.

A novidade tem um conjunto de baterias de íon-lítio rente ao assoalho com capacidade de 53 kWh, permitindo alcance oficial de 406 km pelo ciclo otimista NEDC, 300 km pelo realista WLTP e 209 km pelo padrão nacional do INMETRO. Todo o processo de recarga, que usa padrão Tipo 2 de carregadores, pode ser feito em cerca de 7h30min (até 7 kW, de 0 a 100%), ou, nos eletropostos rápidos de até 50 kW, apenas 38 minutos para recuperar 60% da carga.

Foto: Seres/divulgação

São de série as rodas de liga-leve aro 18 (calçadas com pneus 225/55), painel de instrumentos digital, multimídia de 10,2”, carregador de celular sem fio, câmera 360º, bancos em couro, ar-condicionado automático digital, banco do motorista com ajustes elétricos, teto-solar panorâmico, tampa do porta-malas com abertura/fechamento elétricos, bancos dianteiros com aquecimento, controle de frenagem em descidas (HDC), alerta de saída de faixa, alerta de colisão, seletor de modos de condução (Normal, Comfort e Sport), freio de mão eletromecânico, faróis em LED e mais.

Encontrado nas cores Preto, Branco, Cinza e Azul, o Seres 3 tem garantia de até 3 anos ou 120 mil km (o que ocorrer primeiro) para o veículo, e até 8 anos (ou também 120 mil km) para o conjunto de baterias.

Venda em concessionárias? Que nada!

A ideia da Seres é inusitada: todos os seus produtos serão vendidos de forma online, como por exemplo pelo site driveseres.com.br. O contato será direto entre a importadora e o cliente, sem intermédio de um lojista ou concessionário, mas alguns representantes, espalhados pelas principais capitais do país, ficarão responsáveis pelas entregas dos carros 0 km (que também pode ser feita na casa do cliente), test-drive e exposição dos carros.

Foto: Seres/divulgação

Por enquanto, além da sua sede em Alphaville, a Seres já tem parceiros no Distrito Federal, São Paulo capital e Santa Catarina, mas outros estão por vir. A manutenção e serviços diversos ficam a cargo dos centros de pós-venda da Seres Brasil, os chamados Service Center, que também estão em fase de expansão. Algumas oficinas 24 horas da Porto Seguro também estão homologadas para cuidar dos Seres.

Compartilhar:
Com 21 anos, está envolvido com o meio automotivo desde que se conhece por gente através do pai, Douglas Mendonça. Trabalha oficialmente com carros desde os 17 anos, tendo começado em 2019, mas bem antes disso já ajudava o pai com matérias e outros trabalhos envolvendo carros, veículos, motores, mecânica e por aí vai. No Carros&Garagem produz as avaliações, notícias, coberturas de lançamentos, novidades, segredos e outros, além de produzir fotos, manter a estética, cuidar da diagramação e ilustração de todo o conteúdo do site.