(Avaliação) Novo Nissan Kicks CVT: renovado e melhorado. Agora sim?

Para quem não sabe, Nissan Kicks, Nissan Versa e Renault Captur compartilham a mesma base mecânica, mas enquanto o SUV compacto da Renault ainda é feito sobre a primeira versão dessa base (chamada de “B”), o Kicks e Novo Versa já trazem a evolução da “B”, chamada de “V”. Isso tudo é possível graças a aliança Renault-Nissan-Mitsubishi, um dos maiores conglomerados automotivos do mundo.

Voltando ao Kicks, ele foi reestilizado recentemente, e ganhou novo visual externo, melhorias mecânicas (suspensões e direção, para ser mais preciso), aperfeiçoamentos no interior e conteúdos inéditos, tudo com uma única missão: deixá-lo mais competitivo e recheado pra enfrentar a concorrência pesada.

A frente é praticamente toda nova nessa linha 2022 (foto: Lucca Mendonça)

Alguns pontos desse SUV pequeno da Nissan sempre chamaram a atenção, mesmo antes do facelift: Suavidade ao rodar, garantida pela transmissão automática CVT; espaço interno generoso, graças ao excelente entre-eixos de 2,61 m e teto alto; porta-malas avantajado de 432 litros, um dos maiores da categoria; além da economia de combustível.

Para a alegria do público consumidor tudo foi mantido, e até aperfeiçoado, como o sistema de suspensões revisado em prol do maior conforto e estabilidade da carroceria, ou então o isolamento acústico melhorado para garantir ainda mais silêncio. Nesses aspectos ele se sai muito bem e nem abre espaço para críticas.

Foto: Lucca Mendonça

Seu conjunto motor/câmbio é uma combinação bem tradicional no mundo dos SUVs compactos: motor 1.6 16V acoplado a uma transmissão automática continuamente variável, nesse caso a conhecida CVT XTronic com 6 marchas simuladas da Renault-Nissan. É o mesmíssimo conjunto do Novo Versa e V-Drive, ou seja, bem durável e robusto. Apesar disso, desempenho não é o forte do Kicks, que é leve e até compacto para a categoria (são só 1.139 kg, praticamente o mesmo peso de um Fiat Argo 1.8).

Mesmo com duplo comando de válvulas variável e quatro válvulas por cilindro, esse motor entrega só 114 cv e 15,5 mkgf de torque a altos 4.000 rpm (gasolina ou etanol, mesmos números). Boa parte dessa força está disponível antes dos 2.500 giros, então a falta de torque não é tão sentida assim, a não ser que se exija muito do motor ou o carro esteja bem cheio. Não espere nada muito brilhante, apenas o necessário para movê-lo com certa agilidade, como provam os números de desempenho: 0 a 100 km/h em cerca de 12 segundos e velocidade máxima de 175 km/h, segundo dados oficiais.

Com concepção moderna, esse 1.6 16V é bem “amansado” mas garante robustez (Foto: Lucca Mendonça)

A ausência das trocas de “marchas” manuais é sentida (ele não traz isso nem na alavanca e nem em paddle-shifts atrás do volante), mas em compensação existe um modo Sport que faz o motor trabalhar em rotações mais altas, que é mais indicado para acelerações intensas e ultrapassagens. Melhora? Sim, mas ainda assim é apenas razoável.

Tudo tem um lado bom, até essa falta de potência: ele anda pouco, mas gasta menos ainda. A grande falha nesse caso é o tanque de combustível de míseros 41 litros, também herdado do Versa. Meio tanque de etanol pode render bem menos do que você espera, apesar das excelentes médias de consumo (em nossos testes, ele chegou a registrar 9,1 km/l na cidade e 12,3 km/l na estrada, sempre com o combustível de cana).

O excelente sistema de som Bose tem até um curioso alto-falante no encosto de cabeça do motorista (Foto: Lucca Mendonça)

Destaque muito positivo nesse Novo Kicks vai para a segurança e tecnologia. Ele já tinha alguns diferenciais antes, como o alerta de colisão e assistente de frenagem emergencial, por exemplo, mas agora esse time de modernidades está mais completo: alerta de saída de faixa, alerta de tráfego cruzado traseiro, monitor de ponto cego, além dos seis airbags de série em todas as versões. O carregador de celular sem fio, oferecido nas versões mais caras, também é novidade, assim como o excelente sistema de som da Bose com 8 alto-falantes (incluindo um no encosto de cabeça do motorista, bem curioso). Bastante conteúdo interessante e até exclusivo, como pede o mercado.

Kicks e Versa são iguais ao volante?

Não podemos falar que são literalmente iguais, mas os dois tem muito em comum. A principal diferença do Kicks é o centro de gravidade mais alto, posição de dirigir elevada e suspensões com calibração mais macia, o que faz a dinâmica geral do carro mudar bastante (para pior), principalmente em curvas e desvios bruscos de trajetória.

Volante, instrumentação, comandos e vários outros componentes internos são compartilhados com o Novo Versa (Foto: Lucca Mendonça)

Fora isso, a direção elétrica do SUV também tem calibração diferente, mais pesada (os pneus maiores também contribuem pra isso), mas o conjunto de freios com discos ventilados na dianteira e tambores na traseira é exatamente o mesmo e, pelo peso próximo dos dois carros, tem comportamento bem similar. Outro ponto melhorado em relação ao sedan é a estabilidade direcional (criticável no V-Drive e razoável no Novo Versa), então o Kicks tem um rodar mais preciso e alinhado, sem “passarinhar” nas velocidades mais altas.

São praticamente iguais porque um deriva do outro, assim como VW Polo e Nivus, Honda Fit e WR-V, além do Fiat Argo e o futuro Pulse.

Preço dessa versão topo de linha pode abrir espaço para outras opções

Para ter um Kicks Exclusive CVT é preciso desembolsar R$122.500. O único opcional é o chamado Pack Tech, que acrescenta o pacote de assistência à condução e mais alguns mimos como o carregador de celular sem fio por R$4.500, além da linda cor metálica Azul Elétrico com teto preto, novidade dessa reestilização, por mais R$2.800. Um carro idêntico ao das fotos custa exatos R$129.840, o que abre um bom leque de outros modelos na mesma faixa de preço.

A combinação de azul metálico com teto preto custa R$2.800 (Foto: Lucca Mendonça)

Por R$130 mil temos o VW T-Cross Comfortline, que perde feio para esse Kicks Exclusive em equipamentos de série e compensa com motor turbo e câmbio automático convencional de 6 marchas. Outra opção é o Chevrolet Tracker Premier de R$127.390, que é bem recheado, mas traz o pequeno motor 1.0 turbo de 116 cv, ou seja, assim como o Nissan, temos um desempenho apenas razoável. Fora esses tradicionais, existem modelos mais baratos como o JAC T50 Plus de cerca de R$115 mil, todas alternativas desse Kicks Exclusive. Aí, nesse caso, vai do gosto e bolso do consumidor.

Vale a compra?

Foto: Lucca Mendonça

Se você procura por um SUV bonito, bem equipado, espaçoso, seguro e econômico, esse Nissan é uma excelente opção até mesmo nessa versão mais cara avaliada. O desempenho é mediano, assim como o nível de tecnologia do conjunto motor/câmbio, mas tudo é em prol da manutenção mais simples e resistência dos componentes.

Existem outras versões mais baratas e simples, sempre com o mesmo motor 1.6 16V e câmbio automático CVT. Dependendo das limitações do seu bolso, vale a pena dar uma olhada nelas. Não podemos dizer que esse Kicks Exclusive é barato, mas “bom” e “bonito” são qualidades garantidas.

Ficha técnica:

Concepção de motor: 1.598 cm³, flex, quatro cilindros, 16 válvulas (quatro por cilindro), aspiração natural, injeção indireta de combustível, duplo comando de válvulas, variador de fase na admissão e escapamento, bloco e cabeçote fundidos em alumínio
Transmissão: automática continuamente variável (CVT) com simulação de 6 velocidades, sem possibilidade de trocas manuais
Potência: 114 cv a 5.600 rpm (gasolina/etanol)
Torque: 15,5 mkgf a 4.000 rpm (gasolina/etanol)
Suspensão dianteira: Independente, McPherson, com barra estabilizadora
Suspensão traseira: Eixo de torção com molas helicoidais
Direção: Tipo pinhão e cremalheira, assistência elétrica progressiva
Freios: Discos ventilados na dianteira, tambores na traseira
Pneus e rodas: Bridgestone Turanza, medidas 205/55. Rodas de liga-leve aro 17
Dimensões (comprimento/largura/altura/entre-eixos): 4,31 m/1,76 m/1,59 m/2,61 m
Porta-malas: 432 litros
Tanque de combustível: 41 litros
Peso em ordem de marcha: 1.139 kg
Aceleração 0 a 100 km/h: 11,8 segundos (gasolina/etanol)
Velocidade máxima: 175 km/h (gasolina/etanol)
Preço básico: R$122.490

Equipamentos de série:

Rodas de liga leve de 17″ e pneus 205/55 R17, Acabamento Premium Preto, Abertura e fechamento das portas através de controle remoto, Fechamento dos vidros através de controle remoto, Acabamento Premium nos bancos, Acendimento inteligente dos faróis, Acendimento inteligente dos faróis com ajuste de altura e intensidade (HBA), Apoio de braço central, Apoios de cabeça dianteiros e traseiros separados e ajustáveis para os 5 ocupantes, Ar-condicionado automático digital, Banco do motorista com ajustes de altura, Bancos dianteiros com tecnologia Zero Gravity®, Chave inteligente presencial (I-Key), Controle do computador de bordo no volante, Controle de áudio e telefone no volante, Controle do piloto automático no volante, Welcome function, Faróis dianteiros com sistema Follow me Home, Painel multifuncional em HD de 7″, Para-sol com espelhos para motorista e passageiro, Porta-copos no console central e nas portas, Porta-malas com iluminação interna, Porta-objetos na lateral das portas dianteiras e traseiras, Porta-revistas no banco dianteiro para passageiro, Espelho retrovisor eletrocrômico, Sistema eletrônico de ignição (botão Push Start), Tag SEM PARAR instalado, Tomada 12V (2), Vidros dianteiros e traseiros elétricos com sistema “One Touch” e antiesmagamento, Volante de três raios com regulagem de altura e profundidade, Volante com acabamento premium, Aerofólio integrado na cor do veículo, Antena estilo barbatana de tubarão, Faróis dianteiros em LED, Grade frontal com acabamento cromado, Maçanetas externas cromadas, Maçanetas internas de abertura das portas cromadas, Rack de teto longitudinal na cor prata, Retrovisores externos com regulagem elétrica e indicador de direção em LED, Retrovisores externos na cor do veículo, Retrovisores externos Preto Premium para versão com teto colorido, Retrovisores externos rebatíveis automaticamente, Airbags duplos frontais, Airbags laterais e de cortina, Alarme perimétrico, Alerta de cinto de segurança destravado – frontal e traseiros, Alerta de colisão frontal com assistente inteligente de frenagem (FEB/FCW), Alerta inteligente de mudanças de faixa (LDW), Alerta de tráfego cruzado traseiro (RCTA), Visão 360° inteligente, Cintos de segurança de três pontos para todos os passageiros, Controle de Tração e Estabilidade – (VDC – Vehicle Dynamic Control), Controle Inteligente de Freio Motor (Active Engine Brake), Controle Inteligente em Curvas (Active Trace Control), Desembaçador de vidro traseiro com temporizador, Detector de objetos em movimento (MOD), Estabilizador Inteligente de Carroceria (Active Ride Control), Faróis de neblina em LED, Fixadores traseiros para cadeiras de crianças (ISOFIX), Freios ABS com controle eletrônico de frenagem (EBD) e assistência de frenagem (BA), Limpador de para-brisa dianteiro e traseiro com controle intermitente variável, Luz de freio em LED, Monitoramento de ponto cego (BSW), Piloto Automático, Sensor de estacionamento, Sistema inteligente de Partida em Rampa (HSA), Travamento central automático das portas e do porta-malas com o veículo em movimento, Multimídia Nissan Connect com display touchscreen colorido de 8″, 2 portas USB (Tipo A e tipo C) Bluetooth, Apple CarPlay® e Android Auto®, Sistema premium de som BOSE® Personal Plus com 8 alto-falantes (2 no sistema BOSE® Personal Space™)

Compartilhar:
Tem 20 anos, atualmente cursa Publicidade e Propaganda na Universidade Paulista, é filho do jornalista Douglas Mendonça, e desde que se conhece por gente, convive com carros e está envolvido no mundo automobilístico. Aprendeu a ler nas revistas automotivas, cresceu frequentando oficinas, corridas, encontros e eventos com o pai, e daí veio sua maior paixão: os carros. Um gearhead legítimo, Lucca se tornou o braço direito do pai após sua perda de visão em 2012, ajudando na produção de matérias, reportagens, avaliações e textos sobre carros. No Carros & Garagem, é responsável pela cobertura de eventos de lançamento de novos veículos, e produz avaliações, fotos e comparativos de modelos. Os carros estão até nos seus hobbies: Possui um acervo com mais de 300 manuais do proprietário de veículos diversos, incluindo antigos e modernos, além de colecionar revistas, folders, catálogos, e vários outros materiais automotivos.