(Lançamento) Toyota GR Corolla: esportivo de mais de 300 cv e até R$462 mil chega em lote limitado

A vida do Honda Civic Type R está mais complicada a partir de hoje. Isso porque seu arquirrival Toyota GR Corolla chega agora ao mercado brasileiro em duas versões: Core, de R$416.990, e Circuit, de R$461.990. Além disso, esse é o primeiro Corolla com carroceria hatch vendido por aqui, e também o pioneiro no Brasil quando falamos em Toyota esportivo. De início, a novidade está disponível em um lote limitado em 99 unidades, chamadas de “Launch Edition”, que premia o proprietário com alguns brindes especiais.

O GR Corolla foi inteiramente projetado pela Gazoo Racing, divisão esportiva da Toyota (assim como uma AMG na Mercedes ou RS na Audi), e, segundo a marca, “desenvolvido de entusiastas para entusiastas”. Apesar da concepção 100% feita no Japão, seu país de produção, o Corolla esportivo foi testado em diversos ambientes, como desertos, pistas de gelo, asfalto e cascalho, para conseguir o melhor desempenho, independentemente da pista.

Foto: Toyota/divulgação

Sua motorização, de respeito, inclui um pequeno 1.6 turbo intercooler de três cilindros e 12 válvulas, com injeção direta estratificada e duplo comando variável, acoplado a uma transmissão manual de 6 marchas. Apesar de compacta, a dupla é poderosíssima: entrega 304 cv de potência e 37,7 mkgf de torque máximo. São 188 cv por litro! Com ela, o GR acelera como poucos esportivos a combustão: mesmo pesado, com quase 1.500 kg, o hatch leva apenas 5,5 segundos na prova de 0 a 100 km/h. A máxima é limitada em 230 km/h. Toda a coxinização, tanto de motor quanto de câmbio, é reforçada.

Sua parte mecânica é totalmente preparada para entregar o máximo em desempenho e segurança. Por isso, ele é o único Corolla com tração integral (a chamada GR-Four, desenvolvida também pela Gazoo Racing em parceria com um time de pilotos de rallye), personalizável, e diferencial tipo Torsen, que trabalha de acordo com o torque: a força do motor pode ser distribuída com 60% para as rodas dianteiras e 40% para as traseiras no modo mais cotidiano, 30% na dianteira e 70% na traseira para a melhor condução esportiva, ou até chegar na proporção de 50% na frente e 50% na traseira.

No GR, as suspensões são independentes nas quatro rodas, com multilink na traseira, e uma barra estabilizadora para cada eixo (fora as bitolas alargadas em até 9 cm). Seus freios tem discos ventilados e ranhurados para dissipação de calor nas quatro rodas, e estão sempre por trás de um jogo de rodas de liga-leve BBS forjadas, as quatro aro 18 com pneus 235/40. A altura do solo é de 12 cm, bastante próxima a do Civic Type R, mas no Toyota são três saídas de escape: duas laterais, menores, e uma central, destacada.

Foto: Toyota/divulgação

Aliás, falando no Honda, a grande diferença entre os dois é que o GR Corolla é um hatch propriamente dito, e não um dois volumes e meio como o Civic: seu porte é próximo ao de um Chevrolet Cruze Sport6 atual, com 4,41 m de comprimento, 1,85 m de largura, 1,48 m de altura e 2,64 m de entre-eixos. Assim como no Corolla sedan, sua plataforma é a TNGA-C modular, que recebeu inúmeros pontos de solda extras e quase 3 metros de adesivo estrutural a mais para aperfeiçoar o esportivo.

Toda esportiva, sua carroceria conta com spoilers nos parachoques dianteiro e traseiro, saias laterais, paralamas alargados, visual dianteiro e traseiro únicos (e bem diferentes do sedan), aerofólio traseiro e passagens de ar estratégicas (no parachoque dianteiro, nos paralamas dianteiros e até no capô). Lembrando que tudo isso é funcional e quase indispensável para a proposta do Toyota GR.

Foto: Toyota/divulgação

Por dentro do esportivo, as semelhanças com o sedan nacional são bem maiores: painel e comandos básicos são os mesmos dos Corolla feitos em Indaiatuba (SP), mas no GR existe o volante exclusivo, instrumentação digital com grafia esportiva, console próprio (acomodando a alavanca manual e o controle da tração GR-Four), e, para a alegria dos amantes de drift e outras manobras do tipo, uma bela alavanca de freio de mão, colocada ali para aumentar a diversão de quem está pilotando.

Seus bancos “concha” são em couro e camurça, e não existe apoio de braço dianteiro: segundo a Toyota, também é proposital, para liberar espaço nos comandos das alavancas de transmissão e freio de mão. De série estão 7 airbags, multimídia de 7”, ar-condicionado digital automático de duas zonas, retrovisor interno fotocrômico, conjunto óptico inteiro em LED, sensores de chuva e crepuscular, pedaleiras em aço inox.

O “kit segurança” tem ainda alerta de colisão, frenagem autônoma de emergência, alerta de saída de faixa ativo, leitor de placas de sinalização, piloto automático adaptativo (ACC), alerta de tráfego cruzado traseiro, entre outros. Bem mais cara, a versão Circuit complementa o conteúdo com carregador de celular sem fio, head-up display, monitor de ponto-cego e, principalmente, partes da carroceria em fibra de carbono, como o teto. Cerca de 79 carros do lote Launch Edition serão da configuração Circuit, e os demais da Core.

Foto: Toyota/divulgação

Já nessa semana, o Toyota GR Corolla chega aos quatro pontos de venda especiais, chamados de GR Garage, que por enquanto se concentram em São Paulo (SP), Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC) e Curitiba (PR). Esses espaços, montados especialmente dentro de algumas concessionárias, tem temática esportiva e vendem não só os modelos GR e GR-Sport, bem como acessórios e itens da grife esportiva. Voltando ao Corolla esportivo, ele é oferecido em quatro cores: Branco Polar e Preto (sólidas), Vermelho e Cinza Precioso (metálicas).

Compartilhar:
Com 21 anos, está envolvido com o meio automotivo desde que se conhece por gente através do pai, Douglas Mendonça. Trabalha oficialmente com carros desde os 17 anos, tendo começado em 2019, mas bem antes disso já ajudava o pai com matérias e outros trabalhos envolvendo carros, veículos, motores, mecânica e por aí vai. No Carros&Garagem produz as avaliações, notícias, coberturas de lançamentos, novidades, segredos e outros, além de produzir fotos, manter a estética, cuidar da diagramação e ilustração de todo o conteúdo do site.