JAC renova sua linha de SUVs para 2021

A JAC Motors quer iniciar o ano de 2021 com o pé direito, e pra isso já começou a se mexer ainda em 2020. Seguindo o lema de “novos tempos, nova JAC”, a fabricante chinesa renovou, em uma tacada só, três utilitários: T40, T50 e T60, todos recebendo o sobrenome Plus para identificar as novidades. O trio evoluiu bastante em tecnologia, visual e, principalmente, segurança, com o intuito de abocanhar um pedaço maior desse mercado tão concorrido dos SUVs. Veja a seguir o que mudou em cada um, e quanto eles passam a custar:

T40 Plus – a partir de R$79.990 (manual) e R$88.990 (CVT)

Visualmente, o T40 foi o que menos se renovou: ele perdeu alguns detalhes cromados pela carroceria, que passaram a ser black piano. Na frente, parachoques e conjunto óptico foram revisados, optando pelo visual menos poluído o possível. Atrás, o mesmo lema de “menos é mais”: interior das lanternas foi redesenhado e o parachoque ficou mais limpo. As rodas de liga-leve aro 16 também são inéditas, e as pinças de freio abandonaram a pintura vermelha, que pouco combinava com o estilo do carro.

Agora ele conta também com teto-solar elétrico de série, além da câmera de 360º e nova central multimídia de 10” com conexões Android Auto e Apple CarPlay, esses dois últimos disponíveis somente no pacote de equipamentos mais caro, que adiciona R$3 mil ao preço original. O modelo traz ainda freios a disco nas quatro rodas, sensor de estacionamento traseiro, sensor crepuscular, luzes de conversão estática, computador de bordo, controles eletrônicos de estabilidade (ESP) e tração (ASR), assistente de partida em rampas (Hill Holder), monitor de pressão dos pneus (TPMS), entre outros.

A mecânica permanece sem mudanças: um 1.5 16V flex de 125/127 cv e 15,5/15,7 mkgf de torque (gasolina/etanol) para as versões com câmbio manual de 5 marchas, e outro 1.6 16V movido somente a gasolina com 138 cv e 17,1 mkgf de torque máximo, exclusivo da versão equipada com transmissão automática continuamente variável (CVT).

Confira as mudanças visuais do modelo 2020 (superior) com o 2021 (inferior):

   

T50 Plus – a partir de R$101.990 (CVT)

O T50 está praticamente irreconhecível: a frente ganhou faróis divididos em dois andares (no melhor estilo de Fiat Toro, Citroën C4 Cactus e afins), além de parachoques e grade dianteira inéditos. A traseira permaneceu praticamente inalterada, com exceção de novos detalhes na parte inferior. As rodas também mantiveram o mesmo visual, e agora existe um aplique preto unindo as janelas ao vidro traseiro, dando a sensação de teto flutuante.

Assim como o T40, o T50 Plus também recebeu bastante conteúdo: 6 airbags (dois frontais, dois laterais e dois de cortina) e uma nova central multimídia de 10,25” com conexões Android Auto/Apple CarPlay estão presentes em todas as versões, enquanto o teto-solar elétrico é oferecido em um pacote adicional, que adiciona câmera 360º, bancos em couro, entre outros, por mais R$4 mil. Também são destaque na lista de itens de série do T50 Plus a chave presencial (para destravamento das portas e partida do motor), ar-condicionado automático digital, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, sistema Start&Stop, controles eletrônicos de estabilidade (ESP) e tração (ASR), assistente de partida em rampas (Hill Holder), monitor de pressão dos pneus (TPMS), e mais alguns equipamentos.

Debaixo do capô, também nada de novo: mantém-se o mesmo 1.6 16V movido somente a gasolina, que desenvolve 138 cv e 17,1 mkgf de torque máximo e trabalha sempre em conjunto com uma transmissão automática continuamente variável (CVT).

Confira as mudanças visuais do modelo 2020 (superior) com o 2021 (inferior):

T60 Plus – a partir de R$118.990 (CVT)

O T60 foi, sem dúvidas, o que mais se renovou no desenho. Tanto frente quanto traseira receberam linhas bastante arrojadas e ousadas, com faróis também divididos em dois níveis, além de parachoques dianteiros e grade com visual muito mais modernos. Na parte de trás é também praticamente tudo inédito: lanternas agora tem desenho mais estreito e espichado, e a tampa do porta-malas e parachoques foram revistos. As rodas de liga-leve aro 17 também foram mantidas sem mudanças.

De série, assim como o T50 Plus, ele passou a oferecer 6 airbags (dois frontais, dois laterais e dois de cortina). De resto, mais nenhum item é novidade, afinal o modelo já vem bem equipado: ar-condicionado automático digital com saídas frontais e traseiras, teto-solar elétrico, multimídia de 10,25” com conexões Android Auto/Apple CarPlay e Mirror Link, chave presencial para destravamento das portas e partida do motor, freio de estacionamento elétrico com função Auto Hold, sensores de chuva e crepuscular, controles eletrônicos de estabilidade (ESP) e tração (ASR), assistente de partida em rampas (Hill Holder), monitor de pressão dos pneus (TPMS), entre outros. No pacote adicional, que custa R$4 mil a mais, ele ganha bancos em couro, painel de instrumentos digital, além de um projetor instalado nas portas dianteiras que ilumina o chão com o logo da JAC estilizado.

Ele continua sendo movido por um 1.5 16V turbo movido a gasolina, que entrega 168 cv e 21,4 mkgf de torque máximo. A transmissão também é automática, do tipo continuamente variável (CVT).

Confira as mudanças visuais do modelo 2020 (superior) com o 2021 (inferior):

Compartilhar:
Com 21 anos, está envolvido com o meio automotivo desde que se conhece por gente através do pai, Douglas Mendonça. Trabalha oficialmente com carros desde os 17 anos, tendo começado em 2019, mas bem antes disso já ajudava o pai com matérias e outros trabalhos envolvendo carros, veículos, motores, mecânica e por aí vai. No Carros&Garagem produz as avaliações, notícias, coberturas de lançamentos, novidades, segredos e outros, além de produzir fotos, manter a estética, cuidar da diagramação e ilustração de todo o conteúdo do site.