Puma AMV: Matéria de época

Sendo basicamente uma evolução do modelo GTB, o Puma AMV surgiu em 1988 e era produzido pela Alfa Metais Veículos, segunda proprietária da marca Puma (que dois anos antes, em 1986, já havia sido vendida para a Araucária Veículos, de Curitiba, por problemas financeiros). Com mecânica do Chevrolet Opala, ele se destacava pelo motor 4.1 GM que rendia 27,8 mkgf de torque.

Segundo medições da revista Quatro Rodas, o modelo fazia de 0 a 100 km/h em cerca de 10,8 segundos e atingindo uma velocidade máxima de 175 km/h, números respeitados para a época. Com o falecimento do Nívio de Lima, dono da Alfa Metais, e a abertura das importações em 1990, a vida do AMV se complicou, tendo sua produção encerrada em 1991. Até hoje não se sabe quantas unidades foram produzidas nesses três anos que o AMV ficou em linha.

Essa reportagem, publicada na revista Quatro Rodas edição 337, de agosto de 1988, marca a volta da Puma, agora sob a direção da Alfa Metais Veículos. As fotos são de Milton Shirata e os testes de pista foram feitos por Luiz Bartolomais Júnior. Confira:

Compartilhar:
Ainda não há comentários! Seja o primeiro a comentar.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *