(Lançamento) Fiat Fiorino 2022 chega de cara nova a partir de R$99.990

Esperada há alguns anos, a reestilização da Fiorino finalmente saiu do papel. O furgão de entrada da Fiat ainda mantinha o visual do Uno 2010, modelo do qual deriva, mas o hatch popular já havia sido reestilizado algumas vezes desde então. Agora, com a aposentadoria do Uninho confirmada ainda para 2021, é a hora da Fiorino se separar definitivamente dele: ela recebe uma frente inédita (mesclando as linhas do próprio Uno reestilizado, Strada e Pulse), interior renovado (exatamente o mesmo da Strada), motor com nova calibração e mais equipamentos de série. Lateral e traseira permanecem praticamente iguais, contrariando as expectativas da imprensa especializada.

A nova frente, exclusiva, mescla elementos do Uno, Strada e Pulse (Foto: Fiat/divulgação)

Agora disponível em versão única, a Endurance, a Fiorino 2022 custa R$100 mil e traz de série ar-condicionado, vidros e travas elétricas, alarme, faróis de neblina, banco do motorista com regulagem de altura, protetor de cárter, além das novidades exigidas por lei dos controles eletrônicos de estabilidade (ESP) e tração (TC), assistente de partida em rampas (Hill Holder) e alerta de frenagem de emergência. Os tradicionais airbag duplo frontal e freios ABS também são itens padrão no modelo.

As mudanças mecânicas também são destaque: ao invés do moderno motor 1.3 Firefly, a Fiorino aposta no bom e velho 1.4 Fire quatro cilindros, o mesmo da Strada de entrada, com duas válvulas por cilindro e comando de válvulas simples no cabeçote. A única diferença é que, na Fiorino 2022, ele recebeu uma recalibração para se adequar às novas regras do Proconve L7 (PL7), ou seja perdeu um pouco de potência/torque em prol da eficiência energética: agora são 84 cv/86 cv de potência a 6 mil rpm (gasolina/etanol) e 11,8 mkgf/12,2 mkgf de torque a 4 mil rpm (gasolina/etanol).

Motor 1.4 Fire perdeu potência e torque, mas está mais econômico (Foto: Fiat/divulgação)

Por outro lado, para compensar a perda de potência, a Fiat reescalonou o câmbio manual de 5 marchas: a 2ª, 3ª e ré estão mais curtas para agilizar o uso no trânsito urbano, enquanto a 5ª ficou mais longa para garantir menor consumo na estrada. Os resultados práticos melhoraram em quase 12%: 8,1 km/l (etanol) e 11,7 km/l (gasolina) no percurso urbano, e 8,3 km/l (etanol) e 12,4 km/l (gasolina) no percurso rodoviário, segundo números oficiais.

Outras melhorias diversas foram aplicadas à Nova Fiorino 2022, como por exemplo no sistema de ar-condicionado, que está até 18% mais eficiente, nas palhetas do limpador de parabrisas, que passaram a ser do tipo flat-blade, mais eficientes e duradouras, ou no robusto sistema de suspensões traseiras de feixes de molas, que estão mais resistentes e aprimorados. A capacidade de carga é a mesma de antes, com 650 kg, mas a capacidade do compartimento traseiro cresceu de 3.100 para 3.345 litros.

O interior é o mesmo da Strada, e agora o Fiorino está mais completo (Foto: Fiat/divulgação)

A Fiorino 2022 já está sendo distribuído para a rede de concessionárias Fiat de todo o Brasil, e a única cor disponível é a Branco Banchisa sólida, como é de se esperar em um carro de trabalho. Confira abaixo mais fotos e ficha técnica completa do furgão.

Compartilhar:
Tem 20 anos, atualmente cursa Publicidade e Propaganda na Universidade Paulista, é filho do jornalista Douglas Mendonça, e desde que se conhece por gente, convive com carros e está envolvido no mundo automobilístico. Aprendeu a ler nas revistas automotivas, cresceu frequentando oficinas, corridas, encontros e eventos com o pai, e daí veio sua maior paixão: os carros. Um gearhead legítimo, Lucca se tornou o braço direito do pai após sua perda de visão em 2012, ajudando na produção de matérias, reportagens, avaliações e textos sobre carros. No Carros & Garagem, é responsável pela cobertura de eventos de lançamento de novos veículos, e produz avaliações, fotos e comparativos de modelos. Os carros estão até nos seus hobbies: Possui um acervo com centenas de manuais do proprietário de veículos diversos, além de colecionar revistas, folders, catálogos e por aí vai.