(Lançamento) Caoa-Chery e sua nova linha eletrificada querem crescer e aparecer

A Caoa-Chery, além de lançar o novo iCar pra ser o elétrico mais barato do Brasil, investiu pesado para eletrificar também o restante da sua linha. Arrizo 6 Pro, Tiggo 5X Pro, Tiggo 7 Pro e Tiggo 8 Pro ganham suas respectivas versões híbridas, mas sem tirar do catálogo aquilo já oferecido atualmente. Em um momento que elétricos e híbridos são tão requisitados no Brasil, é uma estratégia interessante da fabricante para crescer mais por aqui.

O sedan Arrizo 6 e o SUV de sete lugares Tiggo 8 são importados da China, enquanto os outros são feitos por aqui mesmo, em Anápolis (GO). O grandalhão 8 é o único com novo visual, reestilizado e diferente daquele visto no restante da linha.

Na verdade, semi-híbridos

Arrizo 6, Tiggo 5X e 7 contam com o mesmo motor 1.5 turboflex, que desenvolve até 150 cv e 21,4 mkgf de torque (etanol), além de um sistema, na realidade, semi-híbrido de 48V chamado BSG (algo próximo daquilo visto nos Mercedes EQBoost ou Kia Stonic), que une alternador e motor de arranque para auxiliarem o motor a combustão durante a condução.

Com essa tecnologia, os Caoa-Chery não podem andar apenas no modo elétrico, afinal ele entrega 10 cv e cerca de 4 mkgf adicionais, mas sim unir eletricidade à combustão. No total, o conjunto formado pelo 1.5 turboflex mais BSG tem 160 cv de potência e 25,5 mkgf de torque máximo. A transmissão automática CVT que simula nove marchas foi mantida.

Nesse caso, existe ainda a regeneração de energia durante frenagens e desacelerações, como nos híbridos, e sistema Start&Stop de série A promessa é que a nova propulsão mista garanta até 13% de economia de combustível ou 14% menos emissões de poluentes, mas esses números variam de modelo para modelo.

 

Tiggo 8 Pro é único híbrido plug-in

O ponto fora da curva é o Tiggo 8 Pro, que traz um sistema diferente: apesar de manter o 1.5 turboflex dos outros carros, ele é um híbrido “de verdade” e pode até ser carregado na tomada (plug-in). O maior carro da Caoa-Chery conta com um par de motores elétricos que gera cerca de 170 cv de potência e 34 mkgf de torque, além de uma transmissão automática que entrega 11 relações (chamada de DHT, ou Transmissão Dedicada aos Híbridos em uma tradução literal).

Foto: Caoa-Chery/divulgação

Com a nova propulsão mista, o Tiggo 8 Pro Plug-In Hybrid entrega 317 cv de potência com 56,6 mkgf de torque. Mesmo com o alto peso, ele se garante muito bem no desempenho e eficiência: segundo a fabricante, leva apenas 6,7 segundos para ir de 0 a 100 km/h e consegue rodar até quase 78 km no modo 100% elétrico. O consumo médio combinado passa dos 42 km/l combinando combustão e eletricidade.

Seu conjunto de baterias, com 96 células, tem capacidade razoável de 15 kWh e pode ser recarregado completamente em tomadas residenciais de 220V (cerca de 6 horas) ou Wallbox (3 horas). O conjunto conta com o tradicional modo de regeneração de energia, além do seletor de modos de condução que permite mesclar a força do motor 1.5 turboflex com os elétricos, rodar somente no modo elétrico ou focar no melhor desempenho extraindo toda a força do powertrain.

Novos conteúdos e tecnologias

Todos os híbridos da Caoa-Chery contam com equipamentos inéditos quando comparados com suas versões a combustão. O Arrizo 6 Pro Hybrid tem como diferenciais o retrovisor interno fotocrômico, retrovisores externos com desembaçador, volante com ajuste de altura e profundidade, carregador de celular sem fio, comando de voz, etc. O Tiggo 5X Pro Hybrid ganha novo volante, sensor de chuva e também o carregador wireless, enquanto o 7 Pro recebe apenas novas rodas de liga aro 18.

Quem mais mudou foi o Tiggo 8, que ganhou nova frente, traseira e interior revisto. Como novidade estão ainda as rodas aro 19, tela que integra multimídia e instrumentação com 24,6”, comandos do ar-condicionado feitos por outra tela touch de 8”, memória de posição e ajuste de lombar para o banco do motorista (que já era elétrico), sistema de som premium assinado pela Sony e o chamado pacote ADAS (mesmo nome usado pela Jeep), que conta com diversos assistentes inteligentes de condução.

Preços e mais

Como já dito, Arrizo 6, Tiggo 5X, Tiggo 7 e Tiggo 8 a combustão, aqueles já vendidos hoje, vão continuar sendo oferecidos normalmente como opção mais em conta aos novos híbridos. Por enquanto nada sai de linha oficialmente.

 

O sedan médio Arrizo 6 Pro Hybrid é tabelado em R$159.990 e já pode ser encontrado em pré-venda na rede de concessionárias da Caoa-Chery. O SUV compacto Tiggo 5X Pro Hybrid, de R$169.990, também já está em pré-venda, enquanto o médio Tiggo 7 Pro Hybrid custa R$199.990. O maior, Tiggo 8 Pro Plug-In, chega só em agosto mas já tem preço definido de R$269.990.

Compartilhar:
Tem 20 anos, cursa Publicidade e Propaganda, é filho do jornalista Douglas Mendonça, e desde que se conhece por gente, convive com carros e está envolvido no mundo automobilístico. Aprendeu a ler nas revistas automotivas, cresceu frequentando oficinas, corridas, encontros e eventos com o pai, e daí veio sua maior paixão: os carros. Lucca se tornou o braço direito do pai após sua perda de visão em 2012, ajudando na produção de matérias, reportagens, avaliações e textos. No Carros & Garagem, é responsável pela cobertura de eventos de lançamento de novos veículos, e produz avaliações, fotos e comparativos de modelos.