(Lançamento) Audi Q3 Sportback: SUV coupé começa a ser importado por R$316 mil

Três meses após abrir a pré-venda do seu SUV Coupé compacto Q3 Sportback, a Audi agora lança o modelo de forma oficial. A boa nova é que seu preço de tabela é menor do que aquele praticado na pré-venda, e ele continua sendo oferecido em duas versões: Performance e Performance Black, de R$315.990 (-7 mil) e R$339.990 (-8 mil), respectivamente. O “desconto” se dá a redução recente de IPI.

Assim como na pré-venda, são duas versões (Foto: Audi/divulgação)

Outra notícia interessante é que toda a linha Q3, incluindo o “convencional” e esse Sportback, passam a ser comercializados apenas com motor 2.0 TFSI (turbo e com injeção direta), que produz 231 cv de potência e 34,6 mkgf de torque, acoplado ao câmbio automatizado de dupla embreagem de 8 velocidades (S-Tronic) e, de quebra, tração integral Quattro. Até então, eles traziam sempre motor 1.4 TFSI de 150 cv, câmbio S-Tronic de 6 velocidades e tração dianteira.

Aproveitando o lançamento do SUV coupé compacto, a marca alemã divulgou também os preços do Q3 convencional com a nova mecânica mais refinada: R$274 mil pela Prestige, R$291 mil pela Performance e R$316 mil pela Performance Black, que acaba custando o mesmo preço de um Sportback Performance. Como de praxe, os utilitários coupé acabam custando mais que os comuns.

Como de praxe, o Sportback é mais caro que o convencional (Foto: Audi/divulgação)

Com o 2.0 TFSI, a linha Q3 acelera de 0 a 100 km/h em cerca de 7 segundos e atinge os 240 km/h de velocidade final pelos dados oficiais da Audi, além de garantir ainda mais segurança e estabilidade na condução graças a tração integral e seus recursos eletrônicos. Um salto e tanto para o SUV, que atualmente é importado da Hungria mas deverá ser nacionalizado em um futuro próximo.

De dimensões bem próximas as do Q3 convencional e generoso porta-malas de 530 litros, o Q3 Sportback tem rivais como o Volvo C40, por exemplo. Lembrando que o modelo da Audi, feito sobre a plataforma modular MQB, tem na sua concepção suspensões independentes nas quatro rodas, fixação multibraço do eixo traseiro e freios a disco nas quatro rodas.

Generoso porta-malas e concepção moderna (Foto: Audi/divulgação)

Nos itens de série das duas versões, se destacam o painel de instrumentos digital de 10,2”, luzes ambientes em LED, conjunto óptico em LED, ar-condicionado digital automático de duas zonas, porta-malas com abertura/fechamento automáticos presenciais, bancos em couro, rodas aro 18 ou 19 (Performance ou Performance Black), teto-solar panorâmico (opcional na Performance e de série na Performance Black) e por aí vai.

Na lista de opcionais da versão mais cara figuram o piloto automático adaptativo (ACC), alerta de saída de faixa ativo e sistema de som assinado pela Sonos, fugindo à regra do tradicional Bang&Olufsen 3D que equipa vários outros modelos da marca.

O modelo é bastante completo desde a versão mais barata (Foto: Audi/divulgação)

A novidade já está em fase de distribuição para as concessionárias da marca e oferece dois anos de garantia sem limite de quilometragem. A paleta de cores é bem extensa: Branco Ibis e Laranja Pulse (sólidas), Azul Navarra, Branco Geleira, Cinza Crono, Cinza Nano, Prata Florete, Preto Mito e Vermelho Tango (metálicas).

Compartilhar:
Tem 20 anos, cursa Publicidade e Propaganda, é filho do jornalista Douglas Mendonça, e desde que se conhece por gente, convive com carros e está envolvido no mundo automobilístico. Aprendeu a ler nas revistas automotivas, cresceu frequentando oficinas, corridas, encontros e eventos com o pai, e daí veio sua maior paixão: os carros. Lucca se tornou o braço direito do pai após sua perda de visão em 2012, ajudando na produção de matérias, reportagens, avaliações e textos. No Carros & Garagem, é responsável pela cobertura de eventos de lançamento de novos veículos, e produz avaliações, fotos e comparativos de modelos.