(Lançamento) Audi A4 e A5 2025 ganham tração integral de série e novos equipamentos

A nova geração do Audi A5, com motorização eletrificada, é esperada para debutar no mercado europeu em 2025. Além de mudar “de cabo a rabo”, substituindo por completo o modelo atual, o futuro lançamento da marca alemã deve se unir ao sedan A4, como espera a imprensa europeia. O motivo? A Audi definiu que todos os seus produtos de números pares serão elétricos, enquanto os ímpares terão motorização híbrida ou convencional bastante eficiente. Uma prova dessa reviravolta foi a renomeação do SUV e-tron para Q8 e-tron, que já chegou ao Brasil.  

Flagras do Novo A5, que deve chegar na Europa em 2025 (Foto: Baldauf/Motor Autorithy)

Por isso, é certo que o sedan executivo A4 deve mudar de nome na próxima geração, tornando-se A5 Sedan ou A5 Limousine, e, ao menos na Europa, terá companhia da perua Avant (que também será uma variante da linha A5), enquanto o A5 Sportback seguirá como o carro mais jovem e esportivo da gama. Toda essa família, A5 Sedan, A5 Avant e A5 Sportback, deve chegar ao Brasil em um outro momento, daqui alguns anos. Por enquanto, continuam as atuais gerações de A4 e A5 como conhecemos hoje, ou seja, sedan e coupé de quatro portas, que melhoraram na linha 2025. 

Os A4 e A5 2025 seguem iguais no visual, com exceção de novas rodas e detalhes de acabamento internos. São duas versões para cada modelo: o sedan é vendido por R$334 mil na versão Prestige e R$360 mil na S Line, enquanto o coupé pode ser adquirido na opção Advanced (R$360 mil) ou S Line (R$395 mil). Todas trazem de série a tração integral Quattro, de controle eletrônico e automático da distribuição de força para todas as rodas, o que garante maior segurança e melhor dinâmica na condução.  

Na motorização, continua nos dois carros o veterano EA-888, 2.0 16v turbo a gasolina, com seus 204 cv de potência e 32,5 mkgf de torque, atrelado a transmissão automatizada de dupla embreagem com sete velocidades. Aprimoramentos deixam ambos quase meio segundo mais rápidos no 0 a 100 km/h: 6,7s no A4 e 6,8s no A5.

O A4 de entrada, Prestige, além da tração integral, estreia faróis full LED, lanternas traseiras dinâmicas em LED e bancos traseiros rebatíveis no esquema 40/20/40 na linha 2025. Como de praxe, ele continua com ar-condicionado digital automático, seletor de modos de condução, freio de mão eletromecânico com função Auto Hold, bancos em couro sintético, banco do motorista com ajustes elétricos, luzes ambientes em LED, painel de instrumentos digital de 12,3”, piloto automático com limitador de velocidade, rodas de liga-leve aro 18, entre outros. O teto-solar é um item opcional.

Para a versão S Line do A4, a mais cara, são de série as três zonas do ar-condicionado digital automático, bancos dianteiros especiais com ajustes elétricos e memória de posição para o motorista, detalhes internos em alumínio, volante em couro, rodas de liga aro 19, piloto automático adaptativo (ACC), alerta de saída de faixa, multimídia de 10” com navegador GPS nativo e sistema de som com 10 alto-falantes. Os pacotes S Line, com aspecto esportivo, e Black, escurecido, são oferecidos a parte.

O A5 de entrada, é quase tão completo quanto um A4 topo de linha: tem ar digital de três zonas, sistema Start&Stop, teto-solar panorâmico, piloto automático adaptativo, alerta de saída de faixa, faróis full LED com tecnologia matricial, rodas aro 19 e mais. A versão mais cara S Line complementa a lista com bancos dianteiros esportivos com ajustes elétricos e memória de posição para o motorista, detalhes da cabine em alumínio, multimídia de 10” com navegador GPS embutido, sistema de som com 10 alto-falantes e rodas de liga-leve aro 20. Os pacotes S Line e Black também são opcionais na mais cara, além do sistema de som Bang & Olufsen 3D com 755 Watts de potência e 19 alto-falantes.

 Para a alegria de quem curte carros coloridos, a Audi oferece uma paleta de tons bastante variada para os A4 e A5 2025: Branco Arkona, Preto Brilhante, Azul Navarra, Branco Geleira, Cinza Manhattan, Prata Florete, Preto Mito, Verde Distrito, Vermelho Progressivo, Azul Ascari, Cinza Cronos e Cinza Daytona (os três últimos são exclusivos das versões mais caras). O interior da dupla pode ser em couro preto, cinza, marrom ou bege. 

Compartilhar:
Com 22 anos, está envolvido com o meio automotivo desde que se conhece por gente através do pai, Douglas Mendonça. Trabalha oficialmente com carros desde os 17 anos, tendo começado em 2019, mas bem antes disso já ajudava o pai com matérias e outros trabalhos envolvendo carros, veículos, motores, mecânica e por aí vai. No Carros&Garagem produz as avaliações, notícias, coberturas de lançamentos, novidades, segredos e outros, além de produzir fotos, manter a estética, cuidar da diagramação e ilustração de todo o conteúdo do site.