Desinfectando seu carro corretamente na Pandemia

Nesses tempos difíceis pelo qual toda a humanidade está passando, nada melhor do que tomarmos cuidados para evitar o contágio, que pode ser nosso para com os outros ou dos outros para nós. E, claro, como a nossa especialidade são os carros, vamos falar da grande diferença que existe entre uma simples higienização e uma profunda desinfecção.

 

A higienização é um processo mais caseiro, que pode ser feito por qualquer um e usando materiais mais simples: basicamente um pano de limpeza multiuso que não solta fiapos; álcool líquido 70% (indicado para volante, alavanca de câmbio, comandos de faróis, entre outros); álcool isopropílico (para eletrônicos, como central multimídia, comandos touchscreen de ar-condicionado digital, etc.); além da mistura de água e sabão neutro (para partes plásticas como maçanetas, puxadores de porta, reguladores de bancos, assentos e carpetes). Lembrando que a higienização é um processo trabalhoso e não muito eficaz, basicamente uma limpeza mais cuidadosa.

 

Mas se o objetivo é ter um carro 100% livre de vírus, fungos e bactérias, garantindo a proteção total para nós e nossas famílias, o melhor é partirmos para um processo de desinfecção, mas isso é trabalho para os profissionais especializados. A Ford, preocupada por esse momento difícil que todos passamos, desenvolveu, juntamente com sua engenharia e rede de concessionárias, um serviço que foi batizado de Ford Clean. As concessionárias Ford treinaram pessoas de suas equipes com o objetivo de oferecer um processo de desinfecção com produtos dentro dos padrões especificados pela Anvisa e Ministério da Saúde. O responsável por esse serviço profissional de desinfecção é o Peróxido Pronto-Uso, não disponível para venda ao grande público, fornecido pela 3M e já usado por hospitais e clínicas médicas, com sucesso comprovado da eliminação de vírus, bactérias e fungos.

 

O trabalho de higienização das revendas é realizado em cerca de 30 minutos e custa R$129, com limpeza total e muito eficaz de, no mínimo, 50 pontos de contato do interior e exterior dos automóveis que levam a marca Ford. Está incluso nesse trabalho também a desinfecção do sistema de ar-condicionado, com a descontaminação de saídas de ar e filtro, muito importante para evitar contágios através do ar. Mas o serviço não se limita apenas na limpeza do veículo, afinal a marca tem tomado o cuidado de atender o consumidor de maneira muito zelosa: ao chegar na concessionária, os clientes recebem uma máscara e tem suas mãos higienizadas, o compartilhamento de itens como canetas não são permitidos e a distância entre pessoas é obrigatoriamente de 1 metro, no mínimo. Além disso, a mobília das concessionárias e os carros expostos no showroom recebem higienização frequentemente.

 

Essa iniciativa é totalmente exclusiva e pioneira da Ford, muito positiva nesses momentos, levando muito a sério a desinfecção, tanto de produtos quanto das concessionárias, para preservar prioritariamente clientes e funcionários. O serviço Ford Clean pode ser agendado e realizado em qualquer uma das 285 revendas Ford espalhadas pelo Brasil, lembrando que todas seguem à risca os procedimentos de higiene descritos. Uma atitude bacana da marca, que saiu na frente dos concorrentes, se adequando aos rígidos padrões de desinfecção, deixando claro as diferenças de uma higienização simples e caseira com um profundo processo de eliminação de agentes causadores de doenças.

 

Compartilhar:
Douglas Mendonça
Jornalista na área automobilística há 45 anos, trabalhou na revista Quatro Rodas por 10 anos e na Revista Motor Show por 24 anos, de onde foi diretor de redação de 2007 até 2016. Formado em comunicação na Faculdade Cásper Líbero, estudou três anos de engenharia mecânica na Faculdade de Engenharia Industrial (FEI) e no Instituto de Ensino de Engenharia Paulista (IEEP). Como piloto, venceu a Mil Milhas Brasileiras em 1983 e os Mil Quilômetros de Brasília em 2004, além de ter participado em competições de várias categorias do automobilismo brasileiro. Tem 64 anos, é casado e tem três filhos homens, de 17, 28 e 31 anos.
Ainda não há comentários! Seja o primeiro a comentar.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *