(Comparativo) Chevrolet Onix Plus Midnight vs. Fiat Cronos HGT: A briga dos sedans esportivados

Sedan esportivado é uma das criações automotivas da década de 2010 que mostrou ter seu espaço no mercado brasileiro. E não é para menos: apesar da mecânica que geralmente não empolga, eles costumam ser bonitos com suas pinturas exclusivas e adereços espalhados pela carroceria. Aqui nesse comparativo temos dois bons exemplares desse nicho: Chevrolet Onix Plus Midnight e Fiat Cronos HGT, uma dupla de sedans compactos premium com carinha esportiva e estilo diferentão.

Estilo e visual

Enquanto o Chevrolet aposta num visual literalmente todo preto, o Cronos HGT usa uma fórmula mais tradicional, com os triviais apêndices aerodinâmicos espalhados pela carroceria (saias laterais e nos parachoques, discreto aerofólio traseiro etc.), além de alguns detalhes em black piano, como as belas rodas de liga aro 17.

O visual todo preto do Midnight remete a esportividade, e busca um público consumidor mais jovem (Foto: Lucca Mendonça)

A decisão de qual é mais bonito vai do gosto do freguês, mas, falando dos carros das fotos, o Fiat é o que agrada mais (provavelmente pela ótima mistura do Vermelho Monte Carlo com preto metálico). Por dentro, a “escuridão” predomina nos dois carros, com exceção de apliques cromados no painel do Cronos e teto bege no Onix Plus, por exemplo.

Foto: Lucca Mendonça

Mecânica e desempenho: alguma esportividade?

Motor, câmbio, suspensão, freios, direção, tudo igual aos componentes do restante da linha, então esqueça aquela pegada diferenciada dos esportivos de verdade. No Chevrolet, temos o 1.0 turbo Ecotec de 116 cv e 16,3/16,8 mkgf de torque (gasolina/etanol), enquanto o Cronos ainda traz sob o capô o velho 1.8 E.TorQ de 135/139 cv e 18,8/19,2 mkgf.

Sob o capô do Cronos HGT ainda está o bom e velho 1.8 E.Torq (Foto: Lucca Mendonça)

Nos dois casos a transmissão é automática convencional de 6 marchas, mas no Onix Plus não temos a opção de trocas manuais, nem na alavanca e muito menos por paddle-shifts no volante (o que faz falta em algumas situações). Relação peso X potência? 9,5 kg/cv no GM e 9,2 kg/cv no Fiat. Nada mal.

Segundo dados oficiais, o Cronos cumpre a prova do 0 a 100 km/h em 10 segundos e atinge os 196 km/h de velocidade máxima, enquanto o Onix Plus leva 10,4 segundos e não passa de 185 km/h, respectivamente. Na prática a história é outra, já que o Fiat é muito mais pesado (nada menos que 1.279 kg, contra 1.107 do Midnight), e seu 1.8 aspirado sofre com a falta de torque nas baixas rotações, então ele precisa trabalhar em giros altos e constantemente fazer reduções das marchas. O consumo de combustível também se dá mal nessa: o Cronos HGT registrou médias até 30% menores que as do Chevrolet, dependendo da situação. Bebe bem mais.

A agilidade do Onix Plus é a esperada de todo motor turbo: com uma leve pressão no acelerador, a turbina já enche e ele entrega boa parte da sua força, se estabilizando logo em seguida. Em situações que o motor é mais exigido, por exemplo ultrapassagens ou subidas, esse tipo de motorização faz toda a diferença.

Apesar de mais moderno e econômico, esse Ecotec do Onix Midnight perde para o 1.8 do Fiat em suavidade e silêncio de funcionamento (Foto: Lucca Mendonça)

Esse Ecotec pode ser mais esperto, mas é menos suave e silencioso que o obsoleto 1.8 da Fiat. Não que o esse propulsor da GM seja barulhento ou coisa do tipo, mas o característico “descompasso” dos três cilindros pode não agradar alguns consumidores. O resumo da ópera é que de esportivo eles só têm o visual mesmo, mas, cá entre nós, o emblema “Turbo” no Onix Plus Midnight pode fazer a cabeça de algum desavisado por aí, além de combinar com o visual mais apimentado.

A vida a bordo dos dois

Eles são bem parecidos, já que brigam de igual para igual no mesmo segmento. Na maioria das situações é aquele joguinho dos sete erros: um dá mancada aqui, o outro é pior ali, e por aí vai. Para o motorista, eles oferecem direção precisa e levíssima para manobras, freios eficientes (que poderiam ter discos nas rodas traseiras) e suspensões confortáveis, que absorvem bem as irregularidades do solo, além do bônus da coluna de direção com ajuste de altura e profundidade.

Direção elétrica precisa e leve nas manobras, freios eficientes e suspensões bem calibradas são pontos em comum dos dois (Foto: Lucca Mendonça)

Um ponto fraco em comum dessa dupla são os bancos pequenos e pouco ergonômicos, e que cansam depois de um certo tempo de viagem. No caso do Fiat, pelo menos temos ajuste de altura do encosto de cabeça, que é fixo no seu rival. São pontos que incomodam, mas podemos “passar o pano” quando lembramos que apesar de tudo eles ainda são sedans compactos.

Uma característica presente nos dois carros: bancos pequenos e pouco ergonômicos. No caso do Cronos (foto), ao menos temos regulagem de altura do encosto de cabeça (Foto: Lucca Mendonça)

No Cronos as rodas são maiores e vem calçadas com pneus de perfil mais baixo (205/45, contra 195/55 do Midnight), um conjunto que deixa o rodar um pouco mais áspero e seco, mas nada que realmente incomode. Isolamento acústico e acabamento interno são equivalentes nos dois, ou seja, poderiam ser melhores.

Mas se tem uma coisa que distancia (e muito) essa dupla é a capacidade do porta-malas: O Fiat Cronos ganha de lavada com seus 525 litros, deixando pequeno o bagageiro de 476 litros do Midnight. Podemos falar que em espaço interno os dois se igualam novamente, apesar das diferenças de distância entre-eixos e largura da carroceria. Não tem muito para onde fugir, e ambos comportam com conforto até quatro adultos e uma criança no meio do banco traseiro, mas com um excelente espaço para as pernas, ombros e cabeça nos dois carros. Cumprem seu papel de sedan familiar.

O porta-malas do Fiat ganha de lavada: 525 litros (Foto: Lucca Mendonça)

Preços e conteúdos de série

Temos uma boa diferença de preço entre um e outro, de mais ou menos R$6 mil. Na realidade, os dois são salgados: R$93.150 pelo Onix Plus Midnight 2022 e R$98.990 pelo Cronos HGT 2021 (por enquanto, esse é o ano-modelo mais atual dele). Lembrando que o Cronos em breve deixará de usar esse motor 1.8 E.Torq para abrir espaço para o 1.0 GSE Turbo, infinitamente mais moderno, tecnológico e econômico.

O Cronos HGT ganha no painel de instrumentos maior e mais vistoso, mas tem multimídia menor que a do Onix Plus Midnight (Foto: Lucca Mendonça)

O HGT compensa o valor mais alto com uma lista de equipamentos tão mais caprichada? Difícil dizer. Ar-condicionado digital automático, paddle-shifts no volante, painel de instrumentos com tela digital de 7” e rodas de liga aro 17 são os itens exclusivos dele, enquanto o Onix Plus compensa com os 6 airbags (dois frontais, dois laterais e dois de cortina), o importante alerta do uso do cinto de segurança traseiro, sensores de chuva e crepuscular e a multimídia maior, com 8 polegadas. Para ter uma parte desses itens no Fiat é preciso adicionar o único pacote opcional disponível, o HGT Full, que custa outros R$6 mil e faz seu preço ficar ainda mais salgado.

A Chevrolet não trabalha com equipamentos opcionais para a linha Onix/Onix Plus, ou seja, você paga o preço e não pode adicionar mais nada. Mais abaixo é possível conferir a lista completa de conteúdos dos dois carros, mas basicamente essas são as diferenças maiores.

Não existem opcionais para o Onix/Onix Plus, então você paga o preço de cada versão e não pode adicionar nada além daquilo (Foto: Lucca Mendonça)

O melhor negócio

Pela relação custo X benefício mais interessante, mecânica bem mais moderna, baixo consumo de combustível e preço menor, por enquanto o vencedor é o Chevrolet Onix Plus Midnight. Talvez essa história mude completamente quando o Cronos ganhar seu novo conjunto motor/câmbio, mas por enquanto fica difícil pra ele, mesmo com seu porta-malas gigante e números de desempenho ligeiramente melhores. O valor que ele cobra a mais quando comparado com seu rival não justifica seus equipamentos exclusivos, e no quesito segurança ele perde feio para o sedan da GM.

Vitória para o Onix Plus Midnight: relação custo X benefício mais interessante. mecânica mais moderna e refinada, menor consumo de combustível e preço mais baixo (Foto: Lucca Mendonça)

Fotos e fichas técnicas

Chevrolet Onix Plus Premier Midnight:

Concepção de motor: 999 cm³, flex, três cilindros, 12 válvulas (quatro por cilindro), turbo, injeção indireta de combustível, duplo comando de válvulas, variador de fase na admissão e escapamento, bloco e cabeçote fundidos em alumínio.
Transmissão: Câmbio automático com conversor de torque de 6 velocidades, sem possibilidade de trocas manuais.
Potência: 116 cv a 5.500 rpm (gasolina/etanol)
Torque: 16,3 mkgf/16,8 mkgf entre 2.000 e 4.500 rpm (gasolina/etanol)
Suspensão dianteira: Independente, McPherson, com barra estabilizadora
Suspensão Traseira: Eixo de torção com molas helicoidais
Direção: tipo pinhão e cremalheira, assistência elétrica progressiva
Freios: discos ventilados na dianteira, tambores na traseira
Pneus e rodas: Continental PowerContact 2, medidas 195/55. Rodas de liga-leve aro 16
Dimensões (comprimento/largura/altura/entre eixos): 4,47 m/1,74 m/1,47 m/2,60 m
Porta-malas: 476 litros
Tanque de combustível: 44 litros
Peso em ordem de marcha: 1.107 kg
Aceleração 0 a 100 km/h: 10,4 segundos/10,6 segundos (etanol/gasolina)
Velocidade máxima: 185 km/h
Preço básico: R$93.150

Fiat Cronos HGT:

Concepção de motor: 1747 cm³, flex, quatro cilindros, 16 válvulas (quatro por cilindro), aspiração natural, injeção indireta de combustível, comando de válvulas único no cabeçote, bloco em ferro fundido e cabeçote em alumínio
Transmissão: Câmbio automático com conversor de torque de 6 velocidades, fornecido pela Aisin, com possibilidade de trocas manuais pela alavanca e paddle-shifts atrás do volante
Potência: 135 cv (gas)/139 cv (etanol) a 5.750 rpm
Torque: 18,8 mkgf (gas)/19,2 mkgf (etanol) a 3.750 rpm
Suspensão dianteira: Independente, McPherson, com barra estabilizadora
Suspensão traseira: Eixo de torção com molas helicoidais
Direção: Tipo pinhão e cremalheira, com assistência elétrica progressiva
Freios: Discos ventilados na dianteira, tambores na traseira
Pneus e rodas: Pirelli Cinturato P7, medidas 205/45. Rodas de liga-leve aro 17
Dimensões (comprimento/largura/altura/entre-eixos): 4,36 m/1,72 m/1,51 m/2,52 m
Porta-malas: 525 litros
Tanque de combustível: 48 litros
Peso em ordem de marcha: 1.279 kg
Aceleração 0 a 100 km/h: 9,9 segundos/10,8 segundos (etanol/gasolina)
Velocidade máxima: 196 km/h/195 km/h (etanol/gasolina)
Preço básico: R$98.990

Equipamentos de série

Chevrolet Onix Plus Premier Midnight:

06 Airbags (duplo frontal, duplo laterais e duplo de cortina), Acendimento automático dos faróis através de sensor crepuscular, Alarme Anti-furto, Aviso sonoro e visual do cinto de segurança para todos os passageiros, Brake Light, Cinto de segurança do motorista com ajuste de altura, Cintos de segurança traseiros laterais e central de 3 pontos, Controle eletrônico de estabilidade e tração, Faróis dianteiros tipo projetor com máscara negra, Indicador de nível de vida de óleo, Luz de condução diurna em LED, Luzes laterais indicadoras de direção, Regulagem de altura dos faróis, Sensor de estacionamento traseiro, Sistema de fixação de cadeiras para crianças (“Isofix e Top Tether”), Sistema de freios com ABS, sistema de distribuição de frenagem (“EBD”) e assistência de frenagem de urgência (“PBA”), Sistema de imobilização do motor, Espelhos retrovisores externos elétricos na cor do veículo, Grade frontal estilo colmeia com detalhes em preto “High Gloss”, Logomarca Chevrolet (Bow Tie) na cor preta, Maçanetas externas na cor do veículo, Maçanetas internas na cor prata, Parachoques pintados na cor do veículo, Roda de liga leve aro 16″ com design exclusivo na cor preto “High Gloss”, Volante esportivo com revestimento premium, Ar-condicionado, Assistente de partida em aclive, Câmera de ré, Chave com sensor de aproximação, Coluna de direção com regulagem em altura e profundidade, Computador de bordo, Console central com descansa-braço, Controlador de limite de velocidade, Controlador de velocidade de cruzeiro, Controles do rádio e telefone no volante, Desembaçador elétrico do vidro traseiro, Direção Elétrica Progressiva, Easy Entry – Abertura das portas através de sensor de aproximação na chave, Easy Start – Partida sem chave, Interruptor para inibir o air bag do lado do passageiro (com indicação visual), Luz de cortesia no porta-malas, Luz de cortesia dianteira, Painel de instrumentos 3,5″ digital TFT, Sistema de luz “siga-me” (faróis permanecem acesos por um período de tempo após travamento das portas), Sistema de luz “leve-me” (acendimento automático de faróis e lanternas ao destravar as portas), Sombreiras – motorista com espelho e cobertura e passageiro com espelho, Tomada de força 12V no console central, Transmissão automática de seis velocidades com opção de troca manual (modo de seleção de marcha eletrônico ERS), Trava elétrica da tampa de combustível, Trava elétrica das portas com acionamento na chave, Vidro elétrico nas portas dianteiras e traseiras com acionamento por “um toque”, anti esmagamento e fechamento/abertura automática pela chave, Banco do motorista com regulagem de altura, Banco traseiro bipartido e rebatível, Bancos dianteiros esportivos com encosto de cabeça integrado, Bancos com revestimento premium na cor Preto “Jet Black” exclusivo Premier Midnight, Encosto de cabeça do banco traseiro para 3 passageiros com ajuste de altura, Chevrolet MyLink, com Tela LCD sensível ao toque de 8″, integração com smartphones através do Android Auto e Apple CarPlay, Rádio AM/FM, Função Audio Streaming, Bluetooth para até 2 celulares simultaneamente e Entrada USB, Conjunto de alto falantes – 6 unidades (2 tweeters, 2 dianteiros e 2 traseiros), Acabamento interno na cor Preto “Jet Black” com detalhes em preto “High Gloss”.

Fiat Cronos HGT:

2ª porta USB para passageiros traseiro, Alarme antifurto, Ar-condicionado automático digital, Banco do motorista com regulagem de altura, Banco traseiro rebatível, Brake-light, Central Multimídia UCONNECT de 7″ Touchscreen com Adroid Auto e Apple Car Play, Bluetoot h, entrada USB e Sistema de reconhecimento de voz, Check quadro de instrumentos (Welcome Moving), Cintos de segurança traseiros (laterais e central) retráteis de 3 pontos, Computador de Bordo (distância, consumo médio, consumo instantâneo, autonomia, velocidade média e tempo de percurso), Câmbio automático sequencial de 6 marchas, Câmbio tipo borboleta com trocas de marchas atrás do volante, Câmera de ré com linhas dinâmicas, Desembaçador do vidro traseiro temporizado, Direção elétrica progressiva, Drive by Wire (Controle eletrônico da aceleração), ESC (Controle de Estabilidade), ESS (Sinalização de frenagem de emergência), Encosto de cabeça traseiro central, Espelho no para-sol lados motorista e passageiro, Estepe de uso emergencial, Follow me home, Gancho universal para fixação cadeira criança (Isofix), HCSS (Sistema de partida a frio sem tanque auxiliar de gasolina), HSD (High Safety Drive) – Airbag duplo (motorista e passageiro) e Freios ABS com EBD, Hill Holder (sistema ativo freio com controle eletrônico que auxilia nas arrancadas do ve ículo em subida), Iluminação do porta-malas, Keyless entry”go, LED Design no farol, Lane Change (Função auxiliar para acionamento das setas indicando trocas de faixa), Lanterna traseira a LED, Limpador e lavador do vidro dianteiro com intermitência, Logos escurecidos, Maçanetas na cor do veículo, Motor E.TorQ 1.8 16V de 139CV, Predisposição para rádio (2 alto-falantes dianteiros, 2 alto-falantes traseiros, 2 tweeters e antena), Quadro de instrumentos de alta resolução TFT de 7″ personalizável, Revestimento dos retrovisores externos em preto, Roda de liga leve 6.5 X 17 + Pneu 205/50 R17. (Pintura Exclusiva), Sensor de estacionamento traseiro com visualizador gráfico, Sistema de monitoramento da pressão dos pneus, Sobre tapetes, Spoiler na tampa traseira, TC (Controle de Tração), Tecido de banco exclusivo HGT, Tomada 12V, Travas elétricas (Travamento automático a 20 km/h, indicador de portas abertas, luz inter na com temporizador e tampa do combustível), Vidros elétricos dianteiros e traseiros com one touch e antiesmagamento, Volante com comandos de rádio e telefone, Volante com regulagem de altura e profundidade, Volante revestido em couro

Compartilhar:
Tem 20 anos, atualmente cursa Publicidade e Propaganda na Universidade Paulista, é filho do jornalista Douglas Mendonça, e desde que se conhece por gente, convive com carros e está envolvido no mundo automobilístico. Aprendeu a ler nas revistas automotivas, cresceu frequentando oficinas, corridas, encontros e eventos com o pai, e daí veio sua maior paixão: os carros. Um gearhead legítimo, Lucca se tornou o braço direito do pai após sua perda de visão em 2012, ajudando na produção de matérias, reportagens, avaliações e textos sobre carros. No Carros & Garagem, é responsável pela cobertura de eventos de lançamento de novos veículos, e produz avaliações, fotos e comparativos de modelos. Os carros estão até nos seus hobbies: Possui um acervo com mais de 300 manuais do proprietário de veículos diversos, incluindo antigos e modernos, além de colecionar revistas, folders, catálogos, e vários outros materiais automotivos.